Tomada de posição da Rede, hoje, acerca do comunicado do CRUP

PREVPAP: o CRUP fora da Lei? Em duas frases falaciosas, o recente comunicado do Conselho dos Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) veio tentar justificar o atual boicote e incumprimento da Lei do PREVPAP pelas nossas universidades, em particular quanto aos investigadores científicos com vínculos precários. Diz o CRUP que o PREVPAP «constitui um procedimento que… Continue reading Tomada de posição da Rede, hoje, acerca do comunicado do CRUP

Não ao bloqueio ao PREVPAP: 5 e 6 março, Lisboa, Coimbra e Évora

A Rede de Investigadores contra a Precariedade Cientifica adere e convida à participação à concentração/protesto convocada no dia 5 de Março (2ª feira), pelas 16h30 na Alameda da Cidade Universitária (Lisboa), com fim a denunciar o boicote do PREVPAP pelas instiuições de ensino superior e a complacência do MCTES. Em baixo o convite recebido pelo… Continue reading Não ao bloqueio ao PREVPAP: 5 e 6 março, Lisboa, Coimbra e Évora

FCT pública orientações contratos lei 57/2017

Notícias FCT: No âmbito do Programa de Estímulo ao Emprego Científico e na sequência da conclusão do processo de regulamentação das alterações ao DL n.º 57/2016 introduzidas pela Lei n.º 57/2017, as instituições dispõem dos elementos necessários para abrir concursos para a contratação de investigadores doutorados ao abrigo do novo regime legal, em particular aqueles referentes à… Continue reading FCT pública orientações contratos lei 57/2017

Inquérito aos bolseiros de pós-doutoramento da Universidade de Lisboa: 80% dos investigadores não quer ser contratad@ como docente

Publicamos os resultados do inquérito aos bolseiros de pós-doutoramento da ULisboa sobre as contratações ao abrigo da norma transitória da Lei 57/2017. Em síntese, o inquérito reforça claramente o que tem sido sempre defendido pela Rede mas depreciado pela ULisboa. A grande maioria das pessoas prefere ser contratadas como aquilo que já são (investigadores) e apenas… Continue reading Inquérito aos bolseiros de pós-doutoramento da Universidade de Lisboa: 80% dos investigadores não quer ser contratad@ como docente